Cultura organizacional: definição, importância e desenvolvimento

Postado em: 28/09/2020 - 9 min de leitura

Cultura organizacional: definição, importância e desenvolvimento
Uma boa cultura organizacional é a chave para desenvolver as características necessárias para o sucesso de qualquer negócio, em qualquer área. Seus efeitos poderão ser vistos em seus resultados financeiros: empresas com culturas saudáveis têm 1,5 vezes mais probabilidade de experimentar um crescimento de receita de 15% ou mais em três anos e 2,5 vezes mais probabilidade de experimentar um crescimento significativo de estoque no mesmo período. Apesar disso, apenas 31% dos líderes de RH acreditam que suas organizações têm a cultura de que precisam para impulsionar os negócios futuros, e chegar lá não é uma tarefa fácil - 85% das organizações falham em transformar suas culturas.
 
Mas, afinal, o que é cultura organizacional?
 
A cultura organizacional é o conjunto de valores, expectativas e práticas que orientam e informam as ações de todos os membros da equipe. Pense nisso como o conjunto de características que tornam sua empresa o que ela é. Uma grande cultura exemplifica traços positivos que levam à melhoria do desempenho, enquanto uma cultura empresarial disfuncional traz qualidades que podem prejudicar até mesmo as organizações mais bem-sucedidas.
 
Não confunda cultura com objetivos organizacionais ou uma declaração de missão, embora ambos possam ajudar a defini-la. A cultura é criada por meio de comportamentos consistentes e autênticos, não de comunicados à imprensa ou documentos de política. Você pode observar a cultura da empresa em ação ao ver como um CEO responde a uma crise, como uma equipe se adapta às novas demandas do cliente ou como um gerente corrige um funcionário que comete um erro.
 
A importância da cultura para sua empresa
 
A cultura organizacional afeta todos os aspectos do seu negócio, desde a pontualidade até os termos do contrato e benefícios para os funcionários. Quando a cultura do local de trabalho se alinha com seus funcionários, eles têm mais probabilidade de se sentirem mais confortáveis, apoiados e valorizados. As empresas que priorizam a cultura também podem enfrentar tempos difíceis e mudanças no ambiente de negócios e sair mais fortes.
 
A cultura é uma vantagem fundamental quando se trata de atrair talentos e superar a concorrência. 77% dos trabalhadores consideram a cultura da empresa antes de se candidatar, e quase metade dos funcionários deixaria seu emprego atual por uma oportunidade de menor remuneração em uma organização com uma cultura melhor. A cultura de uma organização também é um dos principais indicadores de satisfação dos funcionários e um dos principais motivos pelos quais quase dois terços (65%) dos funcionários permanecem em seus empregos.
 
8 etapas para construir uma ótima cultura organizacional
 
Criar uma grande cultura organizacional requer o desenvolvimento e a execução de um plano com objetivos claros que você possa trabalhar e medir. As 8 etapas abaixo devem servir como um roteiro para a construção de uma cultura de continuidade que proporcionará benefícios de longo prazo em sua empresa.
 
1. Reconhecimento
 
O reconhecimento das contribuições de todos os membros da equipe tem um efeito positivo de longo alcance na cultura organizacional. Quando todos na equipe reconhecem as realizações dos outros, os indivíduos começam a ver como são parte de um todo. 76% dos funcionários não se sentem especialmente reconhecidos pelos superiores. Os especialistas concordam que, quando uma organização torna a valorização dos funcionários parte de sua cultura, indicadores importantes, como engajamento, retenção e produtividade dos funcionários, melhoram.
 
Tornar o reconhecimento parte de sua cultura significa que ele deve ser uma ocorrência regular, não algo reservado apenas para marcos importantes ou aniversários de trabalho. Incentive os membros da equipe a praticar o reconhecimento social frequente, além do reconhecimento monetário. Fornecer reconhecimento social de forma consistente tem um impacto comercial notável: as empresas que investem em reconhecimento social têm duas vezes mais probabilidade de melhorar o desempenho individual.
 
O reconhecimento monetário também é valioso. Considere um programa de reconhecimento baseado em pontos que permitirá aos funcionários acumular facilmente saldos de pontos substanciais. Eles vão adorar resgatar seus pontos por uma recompensa que seja pessoalmente significativa para eles, em vez de receber uma caneca genérica ou um prêmio de anos de serviço que acumulará poeira em uma prateleira.
 
Para fomentar outros traços culturais, o reconhecimento também deve estar claramente vinculado aos valores da empresa e ações específicas. Afinal, 92% dos funcionários concordam que, quando são reconhecidos por uma ação específica, é mais provável que tomem essa ação novamente no futuro.
 
Por último, mas não menos importante, a liderança precisa ocupar um lugar central em seus esforços de reconhecimento, pois são os criadores de tendências culturais para toda a empresa. Incorpore uma faixa de discussão sobre reconhecimento em seu treinamento de liderança e compartilhe dicas importantes com os gerentes sobre como reconhecer os outros e por que isso é importante.
 
2. Dê voz ao funcionário
 
Criar uma cultura que valorize o feedback e incentive a voz do funcionário é essencial, pois não fazer isso pode levar à perda de receita e funcionários desmotivados.
 
Primeiro, você precisa coletar feedback usando as ferramentas de escuta certas que tornam mais fácil para os funcionários expressarem o que estão sentindo no momento. Em seguida, analise os resultados para ver o que está funcionando e o que não está em sua organização e aja de acordo com essas descobertas enquanto ainda são relevantes. Isso não apenas fortalece sua cultura, mas também leva a benefícios como maior realização dos funcionários e maior lucratividade. De acordo com uma pesquisa da Clutch, 68% dos funcionários que recebem feedback regular se sentem realizados em seus cargos, e a Gallup descobriu que as organizações com gerentes que receberam feedback sobre seus pontos fortes apresentaram lucratividade 8,9% maior.
 
Além de coletar feedback usando os métodos descritos acima, certifique-se de prestar atenção às expressões mais sutis de feedback que podem revelar deficiências culturais. Por exemplo, preste atenção à linguagem corporal, pois ela pode dizer muito, mesmo quando os funcionários não estão dispostos a compartilhar. Se você estiver trabalhando com uma equipe remota, as videoconferências podem ajudar a manter esse canal de comunicação não verbal aberto. Os gerentes devem tratar todas as sessões com os funcionários como oportunidades de reunir e responder a feedback e agir como um coach confiável.
 
3. Torne seus líderes defensores da cultura
 
O sucesso da sua empresa na construção de uma forte cultura no local de trabalho está nas mãos de líderes e gerentes de equipe. Por exemplo, se sua cultura de local de trabalho prioriza certos valores e sua equipe de liderança não os exemplifica - ou mesmo exibe comportamentos que vão contra eles - isso prejudica o esforço. Os membros da equipe reconhecerão a dissonância entre os valores declarados e os comportamentos vividos. Eles podem até mesmo começar a apresentar comportamentos negativos porque acreditam que esses comportamentos foram recompensados pela administração.
 
Sua equipe de liderança pode ajudar a construir a cultura de que você precisa, priorizando-a em todos os aspectos de suas vidas profissionais. Eles precisam discutir de forma aberta e transparente a cultura e os valores da organização, e também devem estar preparados para incorporar feedback dos funcionários em seus esforços de defesa cultural. Os líderes precisam da perspectiva de seus funcionários sobre a cultura - enquanto 76% dos executivos acreditam que sua organização tem um sistema de valores bem comunicado, apenas 31% dos funcionários concordam. Quando os funcionários virem os líderes vivendo sua cultura, eles seguirão o exemplo.
 
4. Viva pelos valores da sua empresa
 
Os valores de sua empresa são a base de sua cultura. Embora a elaboração de uma declaração de missão seja um grande começo, viver de acordo com os valores da empresa significa integrá-los em todos os aspectos do seu negócio. Isso inclui termos de suporte, políticas de RH, programas de benefícios e até iniciativas externas, como voluntariado. Seus funcionários, parceiros e clientes reconhecerão e apreciarão o fato de sua organização colocar seus valores em prática todos os dias. Você também pode reconhecer funcionários por ações que exemplifiquem seus valores para mostrar que eles são mais do que apenas palavras e incentivar os funcionários a construir a cultura baseada em valores que você deseja ver.
 
5. Estabeleça conexões entre os membros da equipe
 
Construir uma cultura de local de trabalho que possa lidar com adversidades requer o estabelecimento de conexões fortes entre os membros da equipe, mas com uma comunicação cada vez mais remota e concisa, criar esses laços pode ser desafiador. Incentivar a colaboração e se envolver em atividades de construção de equipe - mesmo quando estiver trabalhando remotamente - são duas maneiras eficazes de reunir sua equipe e promover a comunicação.
 
Procure e incentive também os interesses pessoais compartilhados entre os membros da equipe, especialmente entre aqueles de gerações diferentes que, de outra forma, teriam dificuldade em se relacionar. Isso pode criar novos caminhos para a compreensão e empatia que são vitais para melhorar a comunicação, a criatividade e até mesmo a resolução de conflitos.
 
6. Foco na aprendizagem e desenvolvimento
 
As grandes culturas de local de trabalho são formadas por funcionários que aprendem continuamente e empresas que investem no desenvolvimento do pessoal. Iniciativas de treinamento, coaching e fornecimento de novas responsabilidades aos funcionários são ótimas maneiras de mostrar à sua equipe que você investiu no sucesso deles.
 
Uma cultura de aprendizagem tem um impacto significativo nos negócios. O estudo de referência mais recente da Find Courses descobriu que empresas com funcionários altamente engajados tinham 1,5 vezes mais probabilidade de priorizar o desenvolvimento de habilidades sociais. Ele também descobriu que as empresas que haviam experimentado um crescimento de receita no ano financeiro anterior tinham duas vezes mais probabilidade de usar tecnologias de aprendizagem inovadoras e três vezes mais probabilidade de aumentar seus orçamentos de aprendizagem e desenvolvimento.
 
7. Mantenha a cultura em mente desde o primeiro dia
 
Quando a perspectiva de um funcionário não corresponde à cultura de sua empresa, a discórdia interna provavelmente será o resultado. As organizações devem contratar pela cultura e reforçá-la durante o processo de integração e depois. Práticas e procedimentos devem ser ensinados e valores devem ser compartilhados.
 
Ao contratar, faça perguntas com foco na adequação cultural, como o que é importante para o entrevistado e por que ele se sente atraído por trabalhar na sua empresa. Mas essas perguntas não devem ser o único fator determinante ao avaliar um candidato, já que as melhores organizações mantêm a mente aberta para diversas perspectivas que podem ajudar a manter sua cultura atualizada.
 
Você também deve priorizar a construção de relacionamentos sociais durante o processo de integração para que os funcionários tenham o insight necessário para compreender a cultura e os valores da sua empresa. Essas relações durarão durante todo o tempo do funcionário na empresa, de modo que os valores culturais se reforcem mutuamente de forma contínua.
 
8. Personalize a experiência do funcionário
 
Como consumidores modernos, seus funcionários esperam experiências personalizadas, então você precisa se concentrar em maneiras de ajudar cada membro da equipe a se identificar com sua cultura. Ferramentas como mapeamento da jornada do funcionário são ótimas maneiras de descobrir o que seus funcionários valorizam e como é sua cultura corporativa ideal. Pegue o que você aprender e adapte suas ações para personalizar a experiência do funcionário para sua equipe. Depois de começar a tratar seus funcionários com o mesmo cuidado com que trata seus clientes, uma cultura que motiva cada indivíduo em sua organização certamente seguirá.

Investir no aprendizado dos seus colaboradores e funcionários é investir na construção da cultura organizacional da empresa. Educação e treinamentos corporativos são ferramentas poderosas para o crescimento e sucesso dos negócios.

O EducaPoint é a maior plataforma de treinamentos online para o agronegócio. Nossa equipe pode ajudar sua empresa a criar um programa de treinamento personalizado para sua equipe, entre em contato conosco e saiba mais.
 
* Baseado no artigo Organizational Culture: Definition, Importance, and Development Profile, de Kellie Wong.
 
Mais informações:
corporativo@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
Whatsapp: (19) 99930-0442
 

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?