Água de boa qualidade: um nutriente essencial para vacas leiteiras

Postado em: 17/01/2022 - 3 min de leitura

Água de boa qualidade: um nutriente essencial para vacas leiteiras
Uma melhor qualidade da água leva a um aumento da produção de leite e melhor saúde animal no gado leiteiro. No entanto, a água é muitas vezes um nutriente esquecido. Ela desempenha muitas funções no corpo humano e animal, como material de construção, solvente, meio de reação/reagente/produto de reação, lubrificante, amortecedor e desempenha um papel importante na termorregulação. Para cumprir suas muitas funções, é importante que o abastecimento de água seja suficiente e de alta qualidade.
 
No setor agrícola, e especialmente no setor de laticínios, a qualidade da água potável dos animais é muitas vezes negligenciada. A água potável pode estar contaminada com bactérias, que estão presentes nos sistemas de água potável que são cobertos com biofilme microbiológico e orgânico. O intestino saudável dos mamíferos inclui um elevado número de bactérias comensais, que são micro-organismos benéficos, que existem em homeostase com o sistema imunológico da vaca leiteira. A ingestão de bactérias patogênicas da água potável de baixa qualidade perturba essa homeostase e pode, portanto, ter consequências negativas para a saúde da vaca.
 
Água de qualidade também para bezerros
 
Estudos anteriores demonstram uma associação negativa entre a baixa qualidade da água e uma diminuição na produção de leite. Além de gordura, proteína e lactose, o leite é composto por 87% de água. O abastecimento de água é em parte proveniente do metabolismo e da alimentação, mas a maior parte (80-90%) tem origem no consumo de água potável. No entanto, as vacas consumirão menos água se a qualidade da água for insuficiente, o que pode ter consequências graves no estado de saúde dos animais. Também para os bezerros, é importante ter água fresca disponível desde o primeiro dia de vida. O leite flui para o abomaso, enquanto a água entra no rúmen para apoiar o desenvolvimento do rúmen, melhora a fermentação dos grãos e a ingestão de ração.
 
Qualidade do leite
 
O impacto da má qualidade microbiológica da água está diretamente relacionado à elevada contagem bacteriana total (CBT) no leite, uma contribuição significativa com a contagem de células somáticas (CCS) e também pode afetar a saúde animal.
 
A qualidade da água vai afetar a qualidade do leite justamente nos procedimentos que deveriam garantir a sua qualidade, ou seja, de higiene e limpeza, manejo de ordenha e limpeza do ambiente. Embora possa se justificar que são utilizados detergentes e desinfetantes de alta qualidade para a higienização e manutenção da limpeza do local, a baixa qualidade da água coloca em risco todo o investimento feito nesses produtos e nos procedimentos visando a qualidade do leite.
 
A população bacteriana, em temperatura acima de 13oC e na presença de nutrientes – sendo o leite um excelente nutriente – dobra a cada 20 minutos. Uma única gota de água pode conter 1 milhão de microrganismos. Considerando que o processo de refrigeração do leite pode demorar até duas horas, se uma única gota contendo 50 mil bactérias contaminar o tanque de resfriamento, em duas horas teremos 1,6 milhão de bactérias nesse tanque.
 
O volume de leite no tanque é que vai definir o grau de contaminação. No entanto, dificilmente haverá apenas uma gota contaminada nesse tanque.
 
Outro ponto de extrema importância a ser considerado é o tempo de sobrevivência de algumas bactérias comuns em ambientes de produção de leite em ambiente seco:

- Escherichia coli - 1,5 horas a 16 meses
- Enterococcus spp. - 5 dias a 4 meses
- Klebsiella spp. - 2 horas a 30 meses
- Pseudomonas aeruginosa - 6 horas a 16 meses
- Salmonella typhimurium - 10 dias a 52 meses
- Staphylococcus aureus - 7 dias a 7 meses
 

Fonte: Kramer et al. BMC Infectious Diseases 2006 6:130.
 
Para que essas bactérias voltem à atividade, basta que haja umidade e nutriente.
 
Muitas bactérias associadas à CCS estão presentes na água e podem ser disseminadas através dela. Entre elas, podemos citar o gênero Streptococcus, Escherichia, Enterobacter, Klebsiella, Serratia e Pseudomonas.
 
Justamente devido a essa enorme importância da qualidade da água nos sistemas de produção de leite, o EducaPoint acaba de lançar o curso O que é a água com qualidade para a produção leiteira.
 
Nessa aula direto ao ponto, o professor João Luís dos Santos explica qual é conceito de qualidade e dá exemplos práticos sobre como essa qualidade traz resultados positivos. Além disso, ele apresenta alguns parâmetros para avaliação da água.
 
Confira o vídeo abaixo que contém uma parte da aula:



O curso é exclusivo para assinantes da plataforma EducaPoint. Clique aqui para assinar.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
 
Fontes consultadas:
 
Good quality water: An essential nutrient for dairy cows (https://www.allaboutfeed.net/animal-feed/feed-processing/good-quality-water-an-essential-nutrient-for-dairy-cows/)
 
Curso Gestão da qualidade e quantidade de água na produção leiteira (https://www.educapoint.com.br/curso/gestao-agua-leite/) 
 

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?