Contagem padrão em placas: um bom indicador da qualidade do manejo de ordenha

Postado em: 21/10/2021 - 2 min de leitura

Contagem padrão em placas: um bom indicador da qualidade do manejo de ordenha
A produção de quantidades máximas de leite de alta qualidade é uma meta importante de todas as fazendas leiteiras. Por outro lado, a má qualidade do leite afeta todos os segmentos da indústria de laticínios, resultando em leite com propriedades de fabricação diminuídas e produtos lácteos com vida útil reduzida. 
 
Como a qualidade do leite é determinada?
 
Vários métodos diferentes são usados para avaliar a qualidade do leite. Alguns métodos, como a contagem de células somáticas (SCC) e a contagem padrão em placas (CPP) são excelentes indicadores da qualidade do leite.
 
A CPP é uma estimativa do número total de bactérias aeróbias viáveis ??presentes no leite cru. Este teste é feito plaqueando o leite em um ágar sólido, incubando as placas por 48 horas a 32°C, seguido pela contagem das bactérias que crescem nas placas. A CPP é usada para monitorar o progresso, uma vez que a aplicação consistente de práticas adequadas de limpeza do sistema de ordenha, práticas de ordenha adequadas, higiene do úbere e boas práticas de prevenção e controle da mastite devem permitir que os produtores de leite produzam leite com um baixa CPP, que é inferior a 5.000 unidades formadoras de colônias (cfu) de bactérias por mililitro. 
 
Embora seja impossível eliminar todas as fontes de contaminação bacteriana do leite, o leite de vacas limpas e saudáveis ??que foi coletado adequadamente geralmente tem um CPP inferior a 1.000 ufc/mL. A aplicação consistente de práticas de ordenha adequadas, higiene do úbere e boas práticas de prevenção e controle da mastite devem permitir que os produtores de leite produzam leite com um CPP de ≤5.000 ufc / mL, enquanto a maioria das fazendas pode produzir leite com contagens de menos de 10.000 ufc/mL. 
 
Altas contagens de bactérias (mais de 10.000 ufc/mL) sugerem que as bactérias estão entrando no leite de uma variedade de fontes possíveis. A causa mais frequente de altas CPPs é a má limpeza dos sistemas de ordenha. Os resíduos de leite nas superfícies dos equipamentos fornecem nutrientes para o crescimento e multiplicação de bactérias que contaminam o leite das ordenhas subsequentes. 
 
Por esse motivo, o EducaPoint acaba de lançar o curso CPP e manejo de ordenha. Nesse curso, o médico veterinário, Felipe Zanforlin, explica de forma sucinta e direta ao ponto como o manejo de ordenha interfere na CPP. 
 
Confira abaixo um trecho do curso:
 


O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 240!) por um preço único. Clique aqui para assinar.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

Fonte consultada:

How Milk Quality is Assessed (https://dairy-cattle.extension.org/how-milk-quality-is-assessed/)

 
 

Nessa aula que vai Direto ao Ponto, o médico veterinário Felipe Zanforlin, explica o que é a CPP e para que ela serve. Mostra também qual a sua relação com o manejo de ordenha. Serão apresentados pontos relacionados tanto à vaca, quanto instalações e manejo da propriedade, que mostram a influência dos seus resultados. Por fim, você vai entender como é possível manter o controle desse indicativo que é um dos principais parâmetros de qualidade do leite.

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?