Quando considerar o descarte de ovelhas de seu rebanho

Postado em: 29/07/2021 - 4 min de leitura

O descarte de ovelhas improdutivas todos os anos reduz vários custos, como por exemplo, de transporte. Independentemente das condições de mercado, as ovelhas improdutivas devem ser removidas do rebanho para economizar alimentos para ovelhas de alta produção. Em geral, você pode se dar ao luxo de arcar com os custos de uma ovelha que produz. Quando os preços dos cordeiros estão baixos, a necessidade de manter apenas as ovelhas produtivas é ainda maior.
 
Certifique-se de usar um sistema de gestão que identifique ovelhas improdutivas: aquelas que não pariram, tiveram dificuldade para parir, criaram cordeiros fracos ou pequenos ou têm problemas de saúde. 
 
Manter ovelhas improdutivas vai custar tempo e dinheiro. As ovelhas consumindo ração de manutenção terão um gasto fixo por dia e demandarão tempo da equipe de trabalho. Portanto, faz sentido econômico abater ovelhas improdutivas.
 
Então, quais são os fatores que levam a esses problemas de produção? Às vezes, é nossa culpa que as ovelhas precisem ser descartadas.
 
Inicialmente, devemos nos certificar de que as ovelhas que selecionamos para produção se enquadram no ambiente da pecuária e nos objetivos de produção desejados. Ao longo do ciclo de produção, precisamos seguir boas práticas de gestão sólidas. Dessa forma, não temos que selecionar desnecessariamente. Outras vezes, as razões para ter que sacrificar as ovelhas estão fora de nosso controle. De qualquer maneira, podemos ajustar e melhorar nossa eficiência de produção.
 
As razões para o abate das ovelhas de seu rebanho podem variar. Alguns problemas são controlados geneticamente (ligados a genes, decisões de reprodução ou escolha do carneiro), enquanto outros são produtos do meio ambiente (questões relacionadas ao clima, desafios de doenças, problemas nutricionais, etc.). Na maioria dos casos, uma boa manutenção de registros pode ajudá-lo a determinar se você tem ou não problemas, bem como ajudá-lo a descobrir onde estão esses problemas.
 
Critérios de seleção
 
Aqui está uma lista de alguns motivos para o descarte de suas ovelhas. Decida quais razões impactam sua fazenda. Em seguida, faça uma lista de critérios de descarte para seu rebanho e faça questão de segui-los.
 
- Ovelhas abertas ou estéreis: os critérios de abate podem depender do motivo pelo qual as ovelhas não estão prenhes.
- Melhoramento genético desejado: selecione as ovelhas que não se enquadram nos seus objetivos.
- Nível de produção/reprodução (use o seu registro): considere a taxa de parição (únicos /duplos/triplos), baixo peso ao desmame dos cordeiros, baixa produção de leite, taxas de crescimento, etc.
- Defeitos genéticos ou predisposição a doenças: podem incluir scrapie, podridão do pé, cobertura facial, entrópio, etc.
- Problemas físicos: podem incluir dificuldade de parto, prolapsos, má conformação (úbere, pés, pernas).
- Doença: trabalhe para diminuir a incidência de doenças subclínicas e o número de animais com doenças crônicas.
- Idade: Descarte ovelhas velhas e magras que não consigam se alimentar adequadamente.

Gosta desse conteúdo? Acesse o curso Produção intensiva de ovinos: cria eficiente. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 240!) por um preço único. Clique aqui para assinar.

 
Você pode descartar as ovelhas através da venda. Porém, se o preço das ovelhas de descarte diminuir significativamente, você deve comparar o custo de comercialização de uma ovelha com o custo de seu abate. Os custos de comercialização do animal vivo variam dependendo de onde você mora. Desde que os preços das ovelhas permaneçam acima dos custos de comercialização, faz sentido vender essas ovelhas. Se o preço cair abaixo dos custos de venda, abater os animais pode ser a melhor opção.
 
E quanto às fêmeas produtivas do rebanho? Você deve descartar alguma delas também? Avalie se os preços das ovelhas de descarte estão altos em relação aos preços das cordeiras de reposição. Se esse for o caso, pode ser um bom momento para descartar um pouco mais e manter mais cordeiras de reposição.
 
Se uma ovelha tem um valor de mercado maior do que a cordeira de reposição, manter a cordeira pode fazer mais sentido economicamente, desde que os parâmetros genéticos sejam considerados. Se as cordeiras forem de linha materna, podem ser mantidas para reposição. No entanto, se as cordeiras são de linha terminal, mantê-las provavelmente resultaria em menor eficiência reprodutiva.
 
Não há uma maneira comprovada de prever os mercados futuros para saber se vender ovelhas para descarte agora faria mais sentido financeiro do que vender depois. Se você acha que o mercado de ovelhas de descarte irá diminuir, você pode explorar opções alternativas de vendas para ovelhas produtivas. Por exemplo, pequenos produtores podem estar procurando reprodutoras de boa qualidade.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
 
Fontes consultadas:
 
Culling Strategies for the Sheep Flock (https://www.omafra.gov.on.ca/english/livestock/sheep/facts/info_cullstrat.htm)
 
When to consider culling sheep from your flock (https://www.thesheepsite.com/news/2311/when-to-consider-culling-sheep-from-your-flock/)

Nesse curso, o zootecnista Evandro Maia Ferreira, explica tudo o que você precisa saber sobre a cria em sistemas de produção intensiva de ovinos. No primeiro módulo, você vai saber quais são os manejos mais importantes que precisam ser feitos com a ovelha no pré-parto.

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Invista no futuro do seu negócio com o EducaPoint