4 dicas para utilizar milho com alta umidade

Postado em: 05/11/2021 - 3 min de leitura

4 dicas para utilizar milho com alta umidade
Colher e armazenar milho com alto teor de umidade pode ajudar os produtores a acelerar a colheita; evitar custos de secagem; e oferecer um alimento nutritivo, digestível e de alto sabor.
 
Mas, como qualquer alimento fermentado, sua qualidade pode ser frágil e depende de decisões cuidadosas feitas durante a colheita e armazenamento. Entre eles estão:
 
Umidade
 
O teor de umidade ideal na colheita é de 28-34 por cento, de acordo com Warren Rusche, Professor Assistente de Ciência Animal na South Dakota State University. Ele disse que a colheita em níveis mais secos resultará na redução da digestibilidade do amido e no aumento do risco de deterioração porque não há umidade suficiente para a cultura fermentar adequadamente. 
 
A umidade muito alta apresenta outro conjunto de desafios. Níveis próximos a 40% ou mais promovem instabilidade anaeróbica (aquecimento) na alimentação. Como orientação geral, sugere-se que a camada preta é uma boa indicação do estágio correto de colheita.
 
Processamento
 
Milho com alta umidade que será armazenado em um bunker ou saco precisa ser processado antes do armazenamento em moinho de rolos, moinho de martelo ou moedor. Rusche disse que a laminação geralmente produz menos partículas menos finas e, portanto, cria menos risco de causar acidose na alimentação. Ele também observou que milho inteiro, não processado e com alto teor de umidade pode ser armazenado em silos verticais que limitam o oxigênio.

=> Se quiser aprender mais sobre este tema, acesse o curso Produção e uso de silagem de grãos de milho: grãos úmidos, reconstituídos e espigas. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 240!) por um preço único. Clique aqui para assinar.
 
Embalagem
 
Como ocorre com todas as culturas ensiladas, a embalagem é crítica para remover o oxigênio e criar um ambiente anaeróbico favorável à fermentação saudável. O processamento ajuda a facilitar o acondicionamento eficaz e Rusche aconselhou vedar os bunkers com plástico para minimizar a deterioração. Se o produto estiver ensacado, certifique-se de que esteja bem embalado e deixe plástico suficiente no final para que uma vedação perfeita possa ser obtida.
 
Inoculantes
 
Especialistas recomendam a inoculação de milho com alto teor de umidade, especialmente se a cultura apresentar danos à espiga ou crescimento de mofo e/ou estiver no limite inferior da faixa de umidade aceitável. “Temperaturas mais frias no outono podem comprometer parte da variabilidade das bactérias que ocorrem naturalmente, e o milho com alto teor de umidade tem níveis mais baixos de açúcar em comparação com a silagem de milho tradicional para promover a fermentação rápida”, aconselhou Rusche. Ele disse que os inoculantes contendo cepas de Lactobacillus buchneri têm se mostrado benéficos na promoção da fermentação. Myers acrescentou que L. buchneri também aumentará a estabilidade na alimentação, graças às suas capacidades de aumento de ácido acético e redução de levedura. O resultado: a temperatura da alimentação permanecerá estável quando for re-exposta ao oxigênio na alimentação.
 
Além disso, Rusche sugeriu considerar ensilar milho de alta umidade em vários bunkers menores ou pilhas para minimizar a exposição da superfície da face em comparação com uma unidade maior, especialmente se o produto for fornecido no verão.
 
Acima de tudo, ele enfatizou a importância de ser ágil na colheita para obter armazenamento da melhor qualidade para o próximo ano. “As condições da colheita podem mudar rapidamente”, ele aconselhou, “então os produtores precisam estar preparados para preencher as instalações de armazenamento rapidamente ou mudar os campos conforme as condições mudam”.
 
* Baseado no artigo Tips for Managing High-Moisture Corn, de Maureen Hanson.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
 

Neste curso, o professor Thiago Bernardes, da Universidade Federal de Lavras, irá apresentar as três maneiras de se produzir silagem de grãos, a silagem de grãos úmidos, grãos reconstituídos ou reidratados e silagem de espiga, e as vantagens nutricionais de cada tipo na nutrição animal.

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?