Escore de condição corporal em vacas de corte: saiba como utilizar de forma eficiente

Postado em: 26/01/2022 - 4 min de leitura

Escore de condição corporal em vacas de corte: saiba como utilizar de forma eficiente
O escore de condição corporal (ECC) é uma avaliação visual da quantidade de gordura no corpo de uma vaca. Portanto, o ECC é um bom indicador do estado nutricional passado da vaca e uma maneira de determinar as necessidades nutricionais futuras.
 
A pontuação da condição corporal afeta todo o desempenho de uma vaca produtiva no rebanho e, em última análise, afeta os resultados da fazenda de gado de corte.

Razões para medir o ECC
 
O escore de condição corporal ou mudança na condição corporal é uma maneira mais confiável de avaliar o estado nutricional de uma vaca do que o peso vivo ou a mudança no peso vivo. A maioria dos rebanhos de vacas tem uma faixa de tamanho e musculatura que torna o ECC uma melhor medida de gordura corporal do que o peso vivo. O peso vivo também é muito afetado pelo enchimento intestinal, estado de prenhez, qualidade da forragem e disponibilidade de forragem. A técnica do EEC é fácil de aprender e pode ajudar nas decisões de gestão.
 
Como medir o ECC
 
O ECC para vacas de corte é uma ferramenta subjetiva para avaliar o estado nutricional de bovinos e é avaliada em uma escala de 1 (magro) a 9 (obesa). O primeiro passo para determinar o ECC é saber quais áreas do corpo avaliar (Figura 1).
 
Figura 1: Pontos de avaliação para avaliação visual do escore da condição corporal da vaca
 
Depósitos de gordura são visíveis nas áreas marcadas na foto acima.

=> Quer aprender mais sobre esse tema? Acesse o conteúdo completo do curso Impactos da nutrição materna no desempenho futuro do bezerro. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 240!) por um preço único. Clique aqui para assinar.
 
A melhor maneira de começar é determinar se a vaca é um ECC 5 ou menor que 5. Se a última costela não estiver visível, o animal tem um ECC maior que 5. Se a última costela (13ª costela) for a única costela visível, então o animal é um ECC 5. Se várias costelas estiverem visíveis, então o animal é menor que um ECC 5.
 
Um animal com ECC de 5 não deve parecer nem magro nem gordo. A capacidade de entender como é um ECC 5 é uma habilidade fundamental a ser desenvolvida. É necessária maior especificidade ao classificar os bovinos em três grupos de ECC que correspondem à escala de 9 pontos: magro (1 a 3), moderado (4 a 6) e gordo (7 a 9). A maioria dos bovinos deve cair na categoria moderada. Uma vez que você esteja confortável com a classificação de três grupos, você pode avaliar o ECC na escala de 9 pontos.
 
A Tabela 1 fornece uma descrição de cada ECC. O levantamento inicial é melhor realizado do lado do animal, onde todos os seis pontos de avaliação são visíveis.
 
Tabela 1: Características principais para cada escore



Fonte: https://www.beefpoint.com.br/escores-de-condicao-corporal-para-gado-de-corte-5028/ 
 
Mudanças sazonais no ECC
 
O ECC do rebanho bovino sofrerá alterações ao longo do ano. O ECC médio do rebanho é geralmente mais alto no meio do final do verão, diminui no outono ou inverno e mais baixo no final do inverno ou início da primavera. A qualidade e quantidade da forragem, assim como o estágio de produção da vaca, influenciam na variação do ECC. O gado em qualquer idade extrema perde a condição mais rapidamente do que outros tipos de gado, especialmente após o parto.
 
Bovinos jovens têm requisitos de crescimento que devem ser atendidos juntamente com os requisitos de lactação imediatamente após o parto que afetam negativamente o ECC. Vacas velhas podem apresentar problemas dentários que prejudicam o consumo de forragem e afetam negativamente o consumo de energia e o ECC.
 
Quando medir o ECC
 
A avaliação regular da ECC no rebanho bovino é uma boa prática de manejo. Existem certos momentos estratégicos para medir o ECC em vacas que podem afetar a produtividade geral do rebanho. Abaixo estão alguns momentos críticos para avaliar o ECC da vaca para tomar decisões de manejo e afetar as mudanças do ECC.
 
- 90 dias antes do parto: Esta é a última oportunidade para que as vacas ganhem ECC antes que as demandas de parto e lactação comecem.
 
- Parto e reprodução: Vacas magras precisam ganhar ECC para se reproduzir com sucesso; no entanto, os ganhos de ECC durante este período são caros e difíceis de alcançar porque a demanda de nutrientes é maior neste momento.
 
- 60 dias antes do desmame: Se as vacas estiverem magras, os bezerros podem ser desmamados com sucesso para diminuir a demanda de nutrientes da vaca e dedicar nutrientes à recuperação do ECC.
 
- Desmame: Este é o momento ideal para recuperar o ECC da vaca devido à diminuição das necessidades nutricionais. As vacas podem ser separadas para fornecer nutrientes adicionais para vacas jovens e magras.
 
Portanto, a avaliação de rotina do ECC é o sistema de manejo nutricional de vacas mais barato disponível e fornece informações para gerenciar o rebanho de vacas para uma alta produção de bezerros e lucratividade. Um ECC de 5 ou superior ao parto e durante a reprodução é necessário para um bom desempenho reprodutivo.
 
* Baseado no artigo Determining and using beef cow body condition scoring, de Matt Hersom para a Progressive Cattleman.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

Neste curso, o pesquisador da Oregon State University, Rodrigo Marques, explica o que ocorre durante as diferentes fases da gestação, e quais estratégias de manejo nutricional podem ser utilizadas visando o adequado aporte de nutrientes para o desenvolvimento do bezerro.

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?