Pesagem dos animais é mesmo importante em um sistema de recria?

Postado em: 25/02/2019 - 2 min de leitura

Pesagem dos animais é mesmo importante em um sistema de recria?
Para aplicar com sucesso os conceitos da pecuária moderna, buscando o tão almejado Boi 7-7-7, é preciso atentar para vários aspectos desde o início da criação, otimizando o desenvolvimento dos animais nas fases de cria e recria.

Um dos pontos a serem considerados é o seguinte: é realmente importante conhecer o peso dos animais? Sabe-se que em muitas fazendas do país não há a disponibilidade de uma balança. Será que isso é realmente importante?

Nos últimos anos, existe uma tendência, tanto no mercado de compra, como no de venda, de serem negociados apenas por peso dos animais. Há pecuaristas, principalmente os que trabalham com cruzamento industrial, que só vendem seus bezerros por quilo. Isso porque esses animais são mais pesados, de forma que essa forma de negociação permite que se agregue valor a ele.

Na média, animais industriais hoje têm um preço de R$ 5,50 o quilo, enquanto animais Nelore têm um peso de R$ 3,50 o quilo. Mas será que realmente muda alguma coisa?

Se pegarmos a fase de cria, da concepção à desmama, por exemplo, a questão do peso dos animais no momento da negociação vai importar dependendo do que o pecuarista investe nesses bezerros. Se existe a possibilidade de vender os animais por peso, a tendência é que o pecuarista queira ter animais mais pesados, já que esses agregam valor ao sistema. Consequentemente, o uso de tecnologia se torna mais intenso nesses casos.

Assim, a importância de pesar os animais que saem da cria e vão para a recria consiste na possibilidade de, com isso, traçar metas muito mais bem definidas. Dessa forma, é altamente aconselhável que se tenha uma balança para apartar os animais.

Quando se tem animais mais leves ou mais pesados no momento de compra para recria, isso se refletirá na estratégia utilizada pelo pecuarista. Ao se colocar no mesmo lote animais que pesam 210 quilos e animais que pesam 160 quilos, provavelmente, com o passar do tempo, maior será essa diferença de peso.

Quando se trabalha com níveis pequenos de suplementação e há baixa oferta de cocho, por exemplo, os animais mais pesados dominarão o cocho e provavelmente os animais mais leves sempre se manterão mais leves e os mais pesados continuarão engordando mais, pois consumirão o suplemento.

Dessa forma, fica claro que a pesagem dos animais é essencial para que se faça a correta classificação dos animais em diferentes categorias para que se possa definir estratégias mais adequadas para cada grupo.

Você já conhece o nosso novo canal no YouTube? Clique na imagem abaixo e veja uma super dica sobre o sistema de recria de animais a pasto:




Aproveite e se inscreva no canal e ative as notificações para ficar por dentro de todas as novidades postadas lá! Compartilhe esse vídeo com seus amigos também!

Você também pode gostar do conteúdo completo do curso on-line Recria de bovinos de corte em pastejodo EducaPoint.
 
Esse é um dos mais de 135 cursos oferecidos pela plataforma EducaPoint. Apenas uma assinatura na plataforma garante o acesso a TODOS os cursos!
Clique aqui e saiba como assinar.

Mais informações:

contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

Conheça a maior plataforma do agronegócio, acesse nossos cursos gratuitos!