Fechar Precisa de ajuda?
Fechar
ATENDIMENTO ONLINE

PRECISA DE AJUDA?
TEM ALGUMA DÚVIDA?

Fale agora com um de nossos atendentes.
Das 8h às 12h e das 13h às 17h.

ENTRAR NO CHAT

BLOG

Postado em: 24/08/2018

Cuidados na recepção dos animais garantem melhores resultados no confinamento de bovinos

Para definir a estratégia que será utilizada na terminação de bovinos em confinamento, é importante conhecer as recomendações técnicas de especialistas e considerar as opções disponíveis em sua região.

A primeira etapa é o manejo pré-confinamento, em que são necessárias algumas medidas com objetivo de amenizar o estresse que os animais podem sofrer no transporte e nas mudanças do sistema de criação.

Confira os principais cuidados do manejo na recepção dos animais:

1) Descarregamento dos animais

Descarregar imediatamente após a chegada.

Evitar ao máximo o estresse no descarregamento. É comum ocorrerem lesões durante o descarregamento! Por isso, é necessário ter cuidado.

Observar e apartar animais mórbidos ou doentes.

Os animais doentes devem ser imediatamente enviados para receberem todos os cuidados necessários.

Cuidados na medição da temperatura corporal.

Se a temperatura corporal for medida imediatamente após o descarregamento, pode indicar um estado febril, mas na realidade, é devido ao aumento da temperatura durante o transporte. Deve-se esperar um tempo para usar essa ferramenta.

Confira no gráfico abaixo o efeito que o transporte tem na temperatura corporal do animal:



Evitar misturar lotes diferentes

Isso vale para origens e cargas diferentes.

Deixar os animais descansarem antes do processamento

Isso é importante, porque os animais chegam com alto nível de estresse, sistema imunológico prejudicado, e o processamento, que inclui vacinas, vermifugação, vão interagir com seu sistema imunológico.

De acordo com dados de pesquisas científicas, 67% dos consultores dos Estados Unidos informaram que deixam os animais descansarem de 12 a 24 horas antes do processamento. Já outros 29% afirmaram que deixam mais que 24 horas de descanso antes de enviar o animal para processamento.

Fornecer água e forragem de boa qualidade

64% dos consultores americanos fornecem feno (principalmente, alfafa), nos primeiros 4 dias após a chegada dos animais. Alguns consultores chegam a fornecer feno à vontade por até 14 dias.

A prática mais comum é 3 dias de feno à vontade, antes de entrar no período de adaptação de dietas com alto teor de concentrado

Quando o animal é recriado na própria fazenda, a situação é muito mais favorável ao animal e seu grau de estresse é muito menor. Nesse caso, podem dispensar a necessidade de descanso, indo direto do pasto ao confinamento. No entanto, é importante que, uma vez processado e colocado nas baias de confinamento, o animal receba volumoso de qualidade no primeiro dia, caso não estejam adaptados a consumir alimentos no cocho.

Manejo sanitário

Vermifugação e controle de ectoparasitas, estando sempre atento ao período de carência.

Vacinas

Aftosa, raiva, botulismo, clostridioses, BVD e doenças respiratórias.

Lembrando que doenças respiratórias são apontadas nos Estados Unidos e no Brasil como problema sanitário número 1. Animal com problema respiratório apresenta ao final do confinamento menor peso de carcaça quente. Esses animais não somente produzem menos, mas têm pior qualidade da carcaça em função do menor grau de marmoreio.

Quanto mais se intensifica o sistema de produção, abatendo animais mais jovens, além de cada vez transportar mais longe dos locais de cria, mais esse problema se acentua. Além disso, quanto maior a unidade de confinamento, maior o risco de problemas respiratórios.

Pesagem

Deve-se ter um protocolo similar na pesagem inicial e final, em termos de horário e enchimento do trato digestivo, para que se possa ter uma estimativa confiável do ganho de peso desse animal.

Aparte

De modo geral, o ideal é ter lotes uniformes em termos de sexo, raça, peso, escore de condição corporal (ECC). Isso pode resultar em menor interação agressiva entre os animais, além de lotes uniformes no embarque, muito importante nos sistemas de pagamento por qualidade.

Tamanho do lote

De modo geral, procura-se trabalhar com lotes de 100 a 150 cabeças.

No vídeo abaixo, o professor Flávio Portela Santos (Esalq/USP) comenta sobre o manejo na recepção dos animais:

Essa é uma das aulas do curso on-line Terminação de bovinos em confinamento, disponível no EducaPoint. No curso, o professor Flávio aborda desde o manejo pré-abate, até as estratégias nutricionais para obter alto desempenho e lucratividade em confinamentos.

O curso traz resultados das principais pesquisas realizadas no Brasil e nos Estados Unidos com bovinos confinados, dando ao aluno embasamento teórico para tomada de decisão na propriedade.

Participe deste curso online  saiba como obter o máximo desempenho de bovinos de corte confinados! Para isso, assine o EducaPoint.

Com planos totalmente acessíveis, a plataforma oferece o que há de melhor e mais atual na pecuária brasileira, e os assinantes têm acesso ilimitado a TODOS os cursos (já são mais de 150 temas).

Conheça os planos aqui! 

Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082  

Ficou com dúvidas, gostaria de sugerir de sugerir um tema ou saber mais sobre o educapoint? envie uma mensagem para nós:

CURSOS RELACIONADOS

ASSINE TODOS OS CURSOS OU COMPRE UM CURSO DE SUA PREFERÊNCIA
Rede Agripoint

Copyright © 2019 AgriPoint - Todos os direitos reservados

AgriPoint Serviços de Informação para o Agronegócio
CNPJ 08.885.666/0001-86

Rua Tiradentes, 848 - 12º Andar - Centro - Piracicaba - SP

design salvego.com - desenvolvimento d-nex

Uma empresa associada da abed
ENCONTRE-NOS: