BLOG

Postado em: 12/08/2019

6 melhorias no conforto que aumentam a produção de leite em free stall

O conforto da vaca tem um impacto direto na saúde diária e na produção de leite. Uma das grandes vantagens do sistema de confinamento de vacas leiteiras do tipo free stall é oferecer aos animais condições de conforto que contribuem com seu bem-estar e, por consequência, refletem-se no seu desempenho na produção.

Rick Grant e outros cientistas do Miner Institute, em Nova York, estudaram a rotina diária de vacas leiteiras de alta produção alojadas em free stall. Combinando essas informações com o que sabemos sobre como melhorar o conforto delas, podemos gerenciar melhor nossos rebanhos para melhorar a lucratividade fornecendo melhorias.

Confira abaixo as rotinas observadas nas vacas de alta produção criadas em free stall:

Rotina Diária #1: Vacas de alta produção descansam 12 a 14 horas diariamente.

As vacas precisam de um local limpo e confortável para deitar e descansar. Assim, o free stall deve ter camas de tamanho adequado que permitam isso. Instalações desconfortáveis fazem com que as vacas passem muito tempo em pé e aumentem as chances de problemas no casco, que por sua vez levará à redução do seu consumo de alimento e consequentemente da produção de leite.

A pergunta que você precisa fazer a si mesmo é: meu free stall possui camas de tamanho suficiente e confortáveis? Se eu fosse uma vaca, gostaria de se deitar nas minhas instalações? Quando eu me ajoelho no free stall, a superfície é macia e confortável para os joelhos repousarem?

Rotina Diária #2: As vacas de alta produção gastam cerca de 6 horas comendo - geralmente em 9 a 14 refeições por dia.

As vacas leiteiras precisam ter alimentação na sua frente a todos momento além do tempo que estão esperando para serem ordenhadas - ou seja, em 20 a 22 horas diárias. Estimular as vacas a comer pode aumentar a produção de leite, especialmente nas que estão em início de lactação.

Estudos mostraram consistentemente que mais de 80% das vacas comem ração quando um novo lote de alimento é fornecido, mostrando assim a importância de ter espaço suficiente no cocho para os animais.

Rotina Diária #3: As vacas gastam apenas cerca de 20 minutos diários bebendo água.

Podem beber de 95 a 190 litros de água diariamente em um período de tempo muito curto, dependendo da sua produção e da temperatura ambiente. Vacas bebem a uma taxa de 4,5 litros por minuto. Sendo assim, tanto a reserva quanto a vazão são muito importantes.

O leite é 87% de água e além disso a ingestão impulsiona o consumo de ração e como consequencia a produção. Os bebedouros precisam estar localizados perto do cocho e devem ser limpos semanalmente.

Rotina Diária #4: As vacas gastam cerca de 8 horas por dia ruminando, dos quais dois terços desse tempo é enquanto eles estão descansando.

As vacas precisam de um ambiente confortável para se deitarem e ruminarem seus alimentos, pois esperamos ver 60 a 70% delas ruminar enquanto descansam.

A saliva é secretada durante a ruminação. Ela contém um antiácido natural que ajuda a proteger o conteúdo do rúmen. Quando as vacas são alimentadas com quantidades adequadas de fibras eficazes para estimular a mastigação, o grande volume de saliva produzida ajuda a tamponar o conteúdo ruminal. O tamponamento adequado permite que a digestão das forrageiras seja melhor, que consumam mais ração, mantenham testes normais de gordura do leite e evitem problemas de saúde como problemas de casco, deslocamento do abomaso ou torção gástrica.

Rotina Diária #5: Depois de levar em conta o tempo gasto descansando, comendo e bebendo água, cerca de 2 a 3 horas são deixadas no dia para outras atividades como ficar de pé esperando para ser ordenhada.

Para maximizar a quantidade de tempo que as vacas gastam em atividades produtivas, como descanso e alimentação, é importante minimizar o tempo que passam esperando para serem ordenhadas. Assim, a recomendação é que sejam colocadas em grupos de ordenha de 1 em 1 hora e meia por ordenha.

Rotina Diária #6: As vacas precisam de conforto térmico para produzir mais leite

O estresse calórico é um dos grandes problemas que geram um grande desconforto as vacas criadas em regiões onde o verão é muito quente. Uma das grandes vantagens do sistema free stall é possibilitar um ambiente mais confortável em termos de temperatura, afim de minimizar ao máximo os efeitos do estresse calórico. Isso pode ser feito através da colocação de ventiladores e aspersores nos galpões, por exemplo.

Todos os aspectos de um free stall podem ser pensados de forma a aumentar significativamente o conforto das vacas leiteiras, incluindo o tipo de piso,  de cocho, de bebedouro, tamanho das camas, sistemas de ventilação, rotina de limpeza,manejo diário, trato que recebem das pessoas que lidam com elas, rotina de ordenha e outras coisas.

Por isso, convido você a conhecer a Agrindus, uma fazenda com uma rotina excelente de criação de vacas leiteiras no sistema free stall e com altos índices de produção: Fazenda Agrindus: foco estratégico na verticalização e intensificação da produção por hectare.

Você pode fazer a aquisição do curso individualmente ou pode escolher a assinatura e ter acesso a todos os cursos da plataforma, que hoje já conta com mais de 155 cursos! Clique aqui para saber informações sobre os planos de assinatura!
 
Mais informações:
 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082

Fonte consultada:

Comfortable Content Cows Give More Milk (https://afs.ca.uky.edu/content/comfortable-content-cows-give-more-milk)

Ficou com dúvidas, gostaria de sugerir de sugerir um tema ou saber mais sobre o educapoint? envie uma mensagem para nós:

ASSINE TODOS OS CURSOS OU COMPRE UM CURSO DE SUA PREFERÊNCIA
Rede Agripoint

Copyright © 2019 AgriPoint - Todos os direitos reservados

AgriPoint Serviços de Informação para o Agronegócio
CNPJ 08.885.666/0001-86

Rua Tiradentes, 848 - 12º Andar - Centro - Piracicaba - SP

design salvego.com - desenvolvimento d-nex

Uma empresa associada da abed
ENCONTRE-NOS: