Caixa de peneiras (PennBox): como utilizar para avaliar a dieta do seu rebanho

Postado em: 23/07/2020
Sabemos que uma nutrição adequada, proveniente de uma boa dieta, é fundamental para o desempenho produtivo das vacas leiteiras. Porém, apenas a formulação não garante que o fornecimento da dieta total ocorra de forma homogênea, ou seja, que a dieta que chega à boca da vaca seja a mais fiel possível à dieta formulada.

Avaliar a TMR por meio de um teste bromatológico em laboratório tem sua importância, mas é preciso ter muito critério na amostragem do material. Para se ter uma análise cuidadosa do que está ocorrendo com a alimentação na fazenda, o ideal seria coletar várias amostras, de vários tratos e em diferentes momentos, para então se calcular uma média. Na prática, isso não costuma ocorrer, fazendo com que a dieta formulada dificilmente seja igual à amostrada no cocho.

Levando-se em consideração que a maior preocupação em relação a uma dieta é a forma como ela será estruturada no cocho (e posteriormente ingerida pelos bovinos), uma forma eficiente de se analisar a conformidade de uma dieta total é fazer a avaliação do tamanho de partículas de forragens utilizando a caixa de peneiras (Penn Box).

Através deste teste, desenvolvido na PennState, é possível dizer se o tamanho das partículas da TMR está adequado para a alimentação do rebanho. Ao comparar a porcentagem ideal de retenção das partículas em cada caixa, o método permite averiguar se a passagem do alimento está ocorrendo muito rapidamente pelo trato digestivo dos bovinos, o que causa a diminuição do aproveitamento dos nutrientes, que não ficam tempo suficiente no rúmen.

O método utiliza 4 caixas e 3 peneiras. Na primeira peneira, em uma amostra de 500 gramas, espera-se encontrar 2 a 8% de material retido; na segunda peneira, de 30% a 50% de material retido; na terceira peneira, de 30 a 40/50% de material retido. O que sobra, deve permanecer na caixa final, em uma proporção inferior a 20%.

Confira como é feito o processo no vídeo abaixo, em uma demonstração feita pelo Especialista em Produção de Ruminantes, João Paulo V. Alves dos Santos:



É necessário agitar cinco vezes cada lado, por duas vezes. Cada caixa representa uma fração da dieta:





=> Assista ao curso TMR na alimentação de vacas leiteiras, de onde foi retirado esse trecho acima. Você pode adquirir o curso individualmente ou optar pela assinatura da plataforma EducaPoint, o que dá a você acesso a TODOS os cursos disponíveis - e já são mais de 190! - por um preço único. 

O conteúdo de cada caixa é pesado para avaliar a proporção com relação à amostra total pesada. 

É necessário fazer vários desses testes enquanto se ajusta a dieta, até que se chegue à proporção adequada de concentrado e volumoso na dieta da vaca, sem depender somente do computador, pois nem sempre o que é formulado é realmente consumido pelos animais.

Mais informações

contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Invista no futuro do seu negócio com o EducaPoint