Colostro ajuda bezerros a tolerar o frio e regular a temperatura corporal

Postado em: 20/10/2021 - 3 min de leitura

Colostro ajuda bezerros a tolerar o frio e regular a temperatura corporal
Um dos muitos benefícios do colostro é que, quando administrado logo após o nascimento, fornece uma fonte de calor interno para o bezerro recém-nascido.
 
Mas uma equipe de pesquisadores brasileiros conduziu recentemente um estudo sobre o impacto de longo prazo do colostro na capacidade dos bezerros de tolerar o frio e regular a temperatura corporal.
 
O ensaio inédito foi conduzido no Centro Experimental de Bezerros da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo. A equipe de pesquisa estudou o impacto de vários níveis de alimentação com colostro na resposta termorregulatória, junto com uma série de outras medidas de saúde e desempenho.
 
No total, 30 bezerros holandeses recém-nascidos foram alimentados com colostro de alta qualidade, 2 e 8 horas após o nascimento. Três taxas de alimentação foram avaliadas - 10% (baixo), 15% (médio) e 20% (alto) do peso corporal. Vinte e quatro horas após o nascimento, cada bezerro foi colocado em uma câmara fria a 10°C por 150 minutos, representando um desafio de frio.
 
Foram medidos a cada 15 minutos temperatura da pele e retal; frequência cardíaca e respiratória; e tremores. Amostras de sangue foram coletadas a cada 30 minutos. Após o desafio de frio, os bezerros foram alojados em um ambiente a aproximadamente 26°C com livre acesso a água e grãos de starter, e alimentados com 6 L de sucedâneo do leite por dia.
 
O consumo de ração, o escore fecal e a temperatura retal foram medidos diariamente, até o desmame aos 56 dias de idade. Amostras de sangue, peso corporal e medidas de estrutura corporal foram tomadas semanalmente.
 
Os destaques dos resultados incluíram:
 
- O escore fecal com 24 horas de vida foi significativamente menor para os bezerros do grupo com baixo colostro. Nenhuma outra diferença significativa nos escores fecais foi observada entre os três grupos ao longo de todo o período pré-desmame.
 
- A circunferência do coração foi significativamente maior no final do período de pré-desmame para bezerros nos grupos de colostro médio e alto em comparação com o grupo de baixo.
 
- O volume de colostro resultou em menor consumo de grãos starter para bezerros no grupo baixo na semana 4, e consumo significativamente maior para bezerros no grupo médio na semana 5.
 
- As concentrações sanguíneas de beta-hidroxibutirato (BHB) foram maiores no período pré-desmame para bezerros dos grupos médio e alto.
 
- Durante o desafio pelo frio, a temperatura pré-escapular e a proteína sérica total foram maiores nos grupos de colostro médio e alto.
 
- Bezerros alimentados com maior volume de colostro (20% do peso ao nascer) apresentaram aumento da contagem de leucócitos, sugerindo melhora da resposta imunológica durante a fase pré-desmame.

=> Gosta do assunto? Talvez você também curta oo conteúdo completo do curso Aspectos práticos da criação de bezerras leiteiras. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 240!) por um preço único. Clique aqui para assinar.
 
Em última análise, a taxa de alimentação de colostro não influenciou o desempenho dos bezerros na fase de pré-desmame. No entanto, os pesquisadores concluíram que fornecer mais colostro teve um efeito positivo nas respostas termorregulatórias de bezerros recém-nascidos durante o desafio de frio. Os bezerros alimentados com o maior volume de colostro também mostraram melhores respostas imunológicas durante a fase de pré-desmame.
 
Os pesquisadores atribuem esses resultados aos ingredientes benéficos do colostro natural. Eles disseram que o colostro fornece lactose, aminoácidos e triglicerídeos, que coletivamente fornecem uma excelente fonte de energia para a produção interna de calor.
 
* Baseado no artigo Colostrum Helps Calves Fuel their Furnaces, de Maureen Hanson.
 
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 

Neste curso, a professora Carla Bittar, da ESALQ-USP, ensina os principais aspectos práticos relacionados à nutrição e manejo de bezerras leiteiras.

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?