Dicas práticas para o controle de moscas no curral

Postado em: 10/12/2018 - 5 min de leitura

O controle das moscas nos estábulos de fazendas de criação de bovinos é uma grande preocupação para grande parte dos pecuaristas e isso tem uma boa explicação. A infestação por moscas reduz o desempenho e culmina na perda econômica dos animais que são afetados por elas.

A atividade hematófaga da mosca não é seu aspecto mais nocivo. O acometimento das picadas dolorosas e incessantes durante todo o dia sobre os bovinos parasitados deixa os animais extremamente agitados, conduzindo ao estado crítico de estresse.

A infestação por moscas tem impacto negativo sobre a produção e o desempenho do gado, expressos na diminuição do ganho de peso, da produção de leite, do apetite e da conversão alimentar, sendo que a infestação por tempo prolongado pode levar os animais à morte.

Certas moscas também são responsáveis pela disseminação de doenças anaplasmose e ou leucose bovina.

A higiene das instalações pecuárias é essencial como medida de controle das moscas nos currais. Deve-se remover e destinar corretamente os resíduos alimentares (feno, silagem e concentrado) e os dejetos animais. Revolver o material de compostagem e drenar a água da chuva também estão entre as boas práticas para evitar surtos da mosca nas criações de bovinos.

No que se refere ao controle farmacológico ou biológico das moscas, Lew Strickland, Veterinário do Departamento de Ciência Animal, da Universidade do Tennessee deu algumas dicas para reduzir o impacto das moscas na produção:


Mosca do chifre. Crédito da foto: J. F. Butler, Universidade da Flórida. Fonte: External Parasites on Beef Cattle.

* Administre um larvicida ou um regulador de crescimento de insetos no início da estação, começando 30 dias antes das moscas emergirem normalmente. Continue a administrar até 30 dias depois do fim da estação quente.

* Pour-ons: durante a primavera, você pode usar um produto desenvolvido para controlar parasitas internos, pois esses produtos também têm eficácia contra moscas de chifre. No final do ano, use produtos identificados apenas para moscas e/ou piolhos. O uso de pour-on vermífugos várias vezes ao longo do ano pode levar a problemas internos de resistência a parasitas.

* Mecanismos auto-dosadores de inseticida (Dust bags/cattle rubs). A vantagem dessa medida é que, se colocado em um local onde todos os animais são obrigados a passar (cocho de água, por exemplo), pode fornecer controle econômico das moscas da face e do chifre. É essencial que se tenha o posicionamento adequado e que se mantenha esses dispositivos carregados com inseticida. Além disso, tiras que podem ser montadas em cochos de minerais também podem ser uma maneira eficiente de aplicar inseticida na face do gado.


Fonte da imagem: https://www.rancherslivestockequipment.com/cattle-rub-and-mineral-barrel-holders.html

* Sprays tópicos. A aplicação oportuna de sprays contra moscas ao longo do ano pode ser eficaz na redução da população de moscas, mas pode ser demorada se o gado estiver pastando em uma área extensa.

* Brinco mosquicida. A chave para usar os brincos é esperar até que tenha 200 moscas/vaca para colocar os brincos. Se aplicado cedo demais, haverá uma redução na eficiência. Use brincos com piretróides por dois anos consecutivos, depois mude para um brinco com organofosfato por um ano para reduzir a resistência ao piretróide.

Além disso, existem novas marcas de brincos que contêm diferentes inseticidas e são bastante úteis no controle das populações de moscas. Siga sempre as instruções do rótulo sobre o número de brincos por vaca. Certifique-se de remover os brincos no final da estação para evitar problemas de resistência.


Fonte da imagem: https://cattlebusinessweekly.com/Content/Headlines/-Cattle-Management/Article/Remove-fly-tags-at-season-s-end/1/456/7155

Não misture classes de produtos químicos nos pour-ons, inseticidas tópicos e brincos no mesmo ano. Use a mesma classe por 1-2 anos e, em seguida, altere para outra.

* Controle biológico. Nem todas as moscas são ruins. Predadores de moscas, seu inimigo natural, podem ser seus aliados na luta contra as moscas que são pragas. Podem ser usados vespas, pássaros, outras moscas. É necessário reabastecer sua oferta de predadores de moscas uma vez por mês; caso contrário, o ciclo de vida da mosca só será quebrado por algumas semanas. O controle biológico adequado depende do tipo de mosca que está afetando a propriedade.

Uma abordagem multifacetada é melhor para alcançar o objetivo de "controlar" as moscas. Portanto, usar apenas uma estratégia da lista acima provavelmente não fornecerá os resultados esperados.

Uma vez que existem tantos produtos no mercado para o controle de moscas, trabalhe com seu veterinário para desenvolver um plano para controlar as moscas que melhor se adaptem à sua propriedade e região.

Saiba mais

Devido aos prejuízos econômicos acarretados pela mosca-dos-estábulos em regiões próximas a usinas de cana de açúcar,  a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo sancionou a Resolução SAA 38/2017 que criou o programa de controle e prevenção do surto da mosca-dos-estábulos. As medidas sanitárias para propriedades de produção pecuária incluem:

- Eliminar o acúmulo de matéria orgânica, principalmente esterco e camas de animais estabulados;

- Manejar adequadamente o sistema de “compost barn” e similares nas leiterias;

- Limpeza sistemática de dejetos animais e resíduos alimentares, principalmente em sistema de confinamento e produção leiteira;

- Evitar o acúmulo de umidade próximo a locais de armazenamento de resíduos e dejetos;

- Realizar a drenagem do terreno;

- Eliminar vazamentos nos bebedouros e reservatórios de água;

- Utilizar armadilhas para controle (tipo bandeira) e outros métodos de controle;

- Manter áreas sempre limpas, evitando o acúmulo de fezes e urina nos estábulos.

Clique aqui para acessar a Resolução

Confira matéria relacionada: Estratégias simples em fazendas e usinas reduzem riscos de surtos de mosca-dos-estábulos.

Você tem problemas com moscas em sua propriedade? Compartilhe suas experiências e dúvidas conosco!

Caso você se interesse por outros temas relacionados a controle de parasitas em propriedades rurais, confira os cursos on-line oferecidos pela plataforma EducaPoint com esse tema:

Controle estratégico do carrapato bovino

Tristeza Parasitária Bovina: diagnóstico, tratamento e controle deste complexo de doenças

Tripanossomíase: a doença oculta nos rebanhos

Você pode fazer todos esses cursos e vários outros (já são cerca de 130 temas!) fazendo sua assinatura na plataforma. Saiba como!

Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
www.educapoint.com.br
Baixe o aplicativo para celular

Referências consultadas:

Artigo Cattle Fly Control Tips, publicado em: https://nwdistrict.ifas.ufl.edu/phag/2017/06/30/cattle-fly-control-tips/.

Artigo: Estratégias simples em fazendas e usinas reduzem riscos de surtos de mosca-dos-estábulos

Artigo: Mosca-dos-chifres: aspectos bio-ecológicos, importância econômica, interações parasito-hospedeiro e controle, de Luciana Gatto Brito, Gonzalo Efrain Moya Borja, Márcia Cristina de Sena Oliveira e Francelino Goulart da Silva Netto, publicado em https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/24807/1/Cot302-mosca-dos-chifres.pdf


Dúvidas, críticas ou sugestões de temas? Envie um e-mail para  contato@educapoint.com.br

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Invista no futuro do seu negócio com o EducaPoint