Leite de descarte: é seguro oferecer às bezerras?

Postado em: 15/06/2022 - 2 min de leitura

Leite de descarte: é seguro oferecer às bezerras?
A criação de bezerras leiteiras é desafiadora, principalmente devido aos altos custos nessa fase, sendo que a alimentação representa a maioria dos gastos feitos com esses animais. Diante disso, os produtores buscam alternativas de aleitamento, sendo o leite de descarte bastante utilizado. 
 
O leite de descarte é aquele considerado impróprio para consumo humano, incluindo leite de vacas com mastite com elevada contagem de células somáticas e leite de vacas em tratamento com antibiótico. O leite com resíduos de antibióticos representa um grande desafio econômico ao produtor, além de ser um problema ambiental, já que não pode ser descartado no ambiente. Por isso, destinar esse leite para a alimentação de bezerras parece ser uma ótima opção, resolvendo vários problemas de uma só vez.
 
Mas será que essa é, mesmo, uma boa opção em todos os casos?
 
A verdade é que essa prática ainda é tema de grande controvérsia. Isso porque traz com elas alguns riscos, como:
 
- Contaminação por microrganismos patogênicos e toxinas;
- Aumento da ocorrência de doenças infecciosas;
- Aumento do risco de resistência bacteriana em bactérias intestinais;
- Transmissão de bactérias causadoras de mastite para bezerras em crescimento.

Leia mais: Saiba quais são as 4 principais doenças que acometem bezerras leiteiras!
 
Pasteurização do leite de descarte
 
É possível minimizar esses riscos para que se possa fornecer o leite de descarte para as bezerras de forma mais segura. Uma das formas de fazer isso é através da pasteurização (aquecimento do leite a 72°C por 15 segundos) deste leite que vai inativar a maioria das bactérias presentes no produto. Também pode-se realizar a acidificação do leite de descarte, através da adição de ácido fórmico em quantidade e concentração específica, o que inibe o crescimento ou mata bactérias patogênicas, e ainda permite o armazenamento do leite por vários dias sem refrigeração.
 
Assim, é possível reduzir os riscos do leite de descarte através dessas práticas, mas tendo em mente que os resíduos de antibióticos não são eliminados através desses métodos, podendo, ainda, ser um problema.
 
Alguns cuidados necessários 
 
É possível utilizar o leite de descarte para alimentação de bezerras de forma segura se bem manejado, mas alguns cuidados devem ser tomados:
 
- Nunca utilizar o leite de descarte em bezerras nos primeiros dias de vida, pois neste período, a parede intestinal é mais permeável a bactérias causadoras de doenças;
- Nunca utilizar leite de descarte com alterações visíveis, como presença de sangue, excesso de grumos ou leite aquoso;
- Diluir o leite da primeira ordenha após o tratamento com antibiótico em maior volume de leite sem antibiótico para reduzir a presença dos resíduos no leite fornecido às bezerras.
  
Mais informações: 
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
 
Fonte: 

Leite de descarte: uma boa opção para alimentação de bezerras?

Leite de descarte: deve ser fornecido para bezerras?
 

Você sabia que pode com um único valor mensal ter acesso ilimitado a esses e centenas de cursos online?

O EducaPoint é uma plataforma preparada para trazer a melhor estrutura em cursos online para ajudar você no seu agronegócio.

Quer ter acesso a todos os cursos da plataforma?