BLOG

Postado em: 22/07/2020

Porque conhecer a personalidade dos bezerros pode ser importante

Sabemos que a personalidade de crianças da mesma família pode variar imensamente, causada pela genética, ordem de nascimento, mudança de estilos parentais e outros fatores. Você já relacionou essas diferenças com bezerros leiteiros? Pesquisas anteriores revelaram que animais que geralmente são mais calmos ou menos reativos, versus mais excitáveis, melhoram as taxas de crescimento, a qualidade da carne e a produção de leite; tem função imunológica melhorada e respostas fisiológicas diminuídas a eventos estressantes.
 
As vacas leiteiras que são mais excitáveis na sala de ordenha produzem menos leite, saem mais devagar e reduzem a eficiência da produção ao longo da vida. Dado esse conhecimento prévio, pesquisadores do Programa de Bem-Estar Animal da Universidade da Colúmbia Britânica conduziram um estudo com 56 bezerros leiteiros para identificar traços de personalidade que podem estar associados ao comportamento e desempenho da alimentação. 
 
Os bezerros foram divididos em sete grupos, com oito bezerros em cada grupo, com acesso a fornecedores automáticos de leite e água livre, feno e starter de bezerros.
 
Os bezerros foram designados para 1 de 4 doses de leite (6, 8, 10 2 12 litros por dia de leite) dentro de cada grupo de oito bezerros, com cada grupo contendo dois bezerros em cada dose. O leite foi reduzido para 50% de volume aos 42 dias de idade e 20% ao dia desde o dia 50 até os bezerros serem completamente desmamados no dia 55. 
 
Aos 27 e 36 dias de idade, cada bezerro foi submetido a três testes de novidade (ambiente novo, abordagem humana e objeto novo). Sete comportamentos diferentes foram pontuados, mas interativos, exploratório-ativos e vocais-inativos foram os mais importantes na explicação do comportamento dos bezerros. Os bezerros com mais atividade exploratória começaram a consumir starter mais cedo e tiveram maior consumo inicial e ganho diário médio geral. Os bezerros mais interativos e inativos (menos vocais) tiveram visitas não recompensadas ao fornecedor de leite durante a fase de desmame. O starter de bezerros também foi fornecido através do sistema de alimentação automatizada e, em geral, foram necessários 19 dias para os bezerros comerem 0,4 quilos por dia, 36 dias para ingerir 0,22 quilos por dia e 42,5 dias para ingerir 0,7 quilos por dia do starter de bezerros.
 
=> Aprenda muito mais sobre esse tema no curso Princípios do aleitamento de bezerras. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 190!) por um preço único. Aproveite que este curso está em promoção!
 
Algumas conclusões gerais desta pesquisa são:
 
- Traços de personalidade explicam a variabilidade individual no desenvolvimento do comportamento alimentar, ingestão de alimentos sólidos e ganho de peso e respostas comportamentais de bezerros leiteiros.
 
- É importante identificar os bezerros que estão lutando para fazer a transição do leite para alimentos sólidos, para que o desempenho e o bem-estar não sejam comprometidos. Os bezerros que estão lutando com a transição podem ter uma transição estendida ou outras exceções para ajudá-los com as mudanças durante esse período crítico.
- A caracterização de personalidades de bezerros com cerca de três semanas de idade pode identificar animais com maior probabilidade de fazer essa transição sem problemas e identificar bezerros que se beneficiariam de assistência adicional.
 
- O comportamento e o desempenho dos bezerros foram usados ??para acessar quando bezerros individuais estão prontos para mudar para um fornecedor automático de leite. Evidências adicionais ainda são necessárias, mas as informações coletadas durante o período em que os bezerros estão usando o  fornecedor automático de leite podem ajudar a identificar possíveis diferenças de personalidade entre os bezerros que justificam variação na transição dos bezerros para um estado desmamado.
 
Embora a indústria de laticínios se mova em direção a mais alojamentos para grupos de bezerros pré-desmamados, o uso dos dados coletados no sistema de fornecimento automático de leite e o monitoramento diário cuidadoso dos bezerros pelos funcionários podem ajudar a identificar diferenças de saúde, desempenho e personalidade para o manejo individual dos bezerros para melhor atender às suas necessidades.
 
* Baseado no artigo Raising Calves: Reading Personality of the Calves can be Important Maurice Eastridge, Ohio State University

Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082

Ficou com dúvidas, gostaria de sugerir um tema ou saber mais sobre o EducaPoint? Envie uma mensagem para nós:

 
ASSINE TODOS OS CURSOS OU COMPRE UM CURSO DE SUA PREFERÊNCIA
Rede Agripoint

Copyright © 2020 AgriPoint - Todos os direitos reservados

AgriPoint Serviços de Informação para o Agronegócio
CNPJ 08.885.666/0001-86

Rua Tiradentes, 848 - 12º Andar - Centro - Piracicaba - SP

design salvego.com - desenvolvimento d-nex

Uma empresa associada da abed
ENCONTRE-NOS: