Sistemas de pastejo rotacionado - qual o período de ocupação ideal?

Postado em: 25/04/2017 - 2 min de leitura

Sistemas de pastejo rotacionado - qual o período de ocupação ideal?
por Marco Aurélio Factori

Sistemas produtivos baseados em pastagens necessitam ser bem conduzidos, levando-se em consideração, principalmente, o manejo. Um pasto mal manejado implica no aumento dos custos investidos e direcionados, inviabilizando o sistema. Sem dúvida alguma, a utilização do sistema rotacionado de pastagens proporciona grande variabilidade ao sistema somando benefícios ao produto final em termos de produtividade e qualidade do mesmo.

Tratando especificamente de pastejo em sistema de lotação rotacionada, podemos inferir que nada mais é que dividir a área em piquetes. Para tanto, o número de piquetes será definido em função do período de descanso (PD), que varia de acordo com a espécie forrageira utilizada e do período de ocupação (PO). Pode ser obtido pela equação:

Número de piquetes = (PD/PO) + 1
.

O período de ocupação deve ter a menor duração possível, podendo variar de 1 a 8 dias garantindo assim, melhor rebrota das plantas e facilitando o controle da lotação da pastagem.

Para entender melhor como calcular, assista o vídeo abaixo que faz parte do curso "Sistema de lotação rotacionada de pastagem: manejo e aplicação”:


Para assistir a este curso completo, você precisa ser um assinante do EducaPoint. Veja como ser um assinante clicando aqui. (Lembrando: assinantes têm acesso a TODOS os cursos do EducaPoint!).

Como descrito, o período de ocupação está mais relacionado com a espécie animal e o objetivo desta, do que outra coisa. Certamente, períodos de ocupação de um dia seriam o ideal, pois, após um dia, a forrageira que será consumida (pastejada) já começa a rebrotar. Se o animal voltar a pastejá-la, prejudicará sua rebrota o que por consequência, prejudicaria o pastejo do ciclo posterior. Chamamos de ciclo de pastejo, o tempo que o animal demora para voltar a pastejar o mesmo piquete dentro do sistema de piquetes os quais ele se encontra. 


Ainda, manter um dia de ocupação, garante que o animal que está pastejando (principalmente gado de leite) se alimente de uma forragem de mesmo valor nutricional. Ou ainda, explicando de outra forma, se o animal permanecer mais dias no mesmo piquete, em um dia ele comerá somente folha (de maior qualidade, maior proteína) e no outro, poderá comer além da folha, o colmo da forragem de menor valor proteico. Para gado de corte, isto não é primordial, podendo utilizar mais que um dia de ocupação.


Com absoluta certeza, nos sistemas de produção intensiva, o sistema de pastejo com lotação rotacionada é o mais indicado, por garantir maior uniformidade e eficiência de pastejo, buscando maior eficiência dentro do sistema produtivo.

Este assunto, é amplamente discutido em um curso online que já está disponível no EducaPoint. Para conferir o conteúdo completo clique no link: Sistema de lotação rotacionada de pastagem: manejo e aplicação.

Assinando o EducaPoint, você terá acesso a diversos cursos sobre manejo de pastagens e aprenderá como intensificar o seu sistema de produção!

Sobre o EducaPoint

O EducaPoint é a maior plataforma de ensino online voltada ao agronegócio, com planos de assinatura totalmente acessíveis. Oferece um amplo portfólio de cursos ministrados por profissionais que fazem a diferença no campo, sendo que os assinantes podem acessar todas as aulas de forma ilimitada, quantas vezes quiserem e de onde estiverem, pelo período em que a assinatura estiver vigente.

É uma ferramenta essencial para todos que buscam desenvolver novas habilidades técnicas e gerenciais. As informações e conhecimentos apresentados são de alto nível, e se aplicadas com sabedoria, podem levar os usuários a um novo patamar nos negócios.



Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
Whatsapp (19) 99817- 4082
 

Conheça a maior plataforma do agronegócio, acesse nossos cursos gratuitos!