Fechar Precisa de ajuda?
Fechar
ATENDIMENTO ONLINE

PRECISA DE AJUDA?
TEM ALGUMA DÚVIDA?

Fale agora com um de nossos atendentes.
Das 8h às 12h e das 13h às 17h.

ENTRAR NO CHAT

BLOG

Postado em: 29/11/2017

Combo: nova geração de inoculantes para silagens

* Por Thiago Fernandes Bernardes, Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Inoculantes bacteriano
s são aditivos utilizados na confecção de silagens com o objetivo de reduzir perdas, corrigindo alguma ‘falha’ que o alimento tenha, tais como fermentação imprópria e susceptibilidade à deterioração. Atualmente, há 3 classes de inoculantes: i) os homofermentativos, ii) os heterofermentativos e iii) o combo.

Até meados da década de 90 havia no mercado somente a classe dos homofermentativos, produtos que contêm 2 ou 3 espécies que produzem preferencialmente ácido lático para potencializar a fermentação. Em 1999, surgiu a classe dos heterofermentativos, pois a bactéria Lactobacillus buchneri foi descoberta e passou a fazer parte dos produtos comerciais. Esta bactéria potencializa a produção de ácido acético, composto que é capaz de controlar leveduras e fungos (mofos), os quais causam deterioração quando a silagem entra em contato com o ar.

Nos últimos anos, surgiu a classe dos combos. As companhias colocaram em um único produto as bactérias homo e heterofermentativas. Essa associação tem a capacidade de reduzir as perdas durante a fermentação (fase da estocagem com o silo ainda fechado), bem como após a abertura do silo. Obviamente, este é um produto de custo mais elevado, uma vez que associa os dois tipos de bactérias. Exemplos de silagens que poderiam receber este tipo de aplicação: pré-secados, grãos úmidos, grãos reconstituídos e espigas.

Para finalizar, lembrem-se que qualquer aditivo deve ser utilizado de forma estratégica, ou seja, somente quando algum problema existir. Lembrem-se também que para um inoculante (qualquer classe) ser eficiente vários fatores precisam estar em sintonia, tais como:

i) Estocagem da embalagem em local fresco (geladeira, não freezer);
ii) Utilização do produto em até 24h após a abertura da embalagem ou produção da solução;
iii) Dose a ser aplicada (mínimo de 100 mil colônias/g de alimento);
iv) Evitar que o tanque de aplicação aqueça, evitando assim o aquecimento da solução;
v) Homogeneidade (mistura) com o alimento;
vi) Compatibilidade com o problema a ser enfrentado.

Aprenda a produzir silagem de forma eficiente no curso online "Produção e utilização de silagens", apresentado pelo Dr. Thiago Fernandes Bernardes no EducaPoint.

Clique aqui e confira o conteúdo! Para ter acesso as aulas completas desse curso, basta assinar o EducaPoint (plataforma de cursos online por assinatura). Os assinantes têm acesso ilimitado a TODOS os treinamentos disponíveis.

Aproveite a Black Friday para adquirir o seu acesso! Assine agora mesmo o plano anual por apenas R$577, clicando aqui: https://www.educapoint.com.br/checkout/. Por esse valor, você terá acesso a TODOS os cursos disponíveis e aos novos que serão adicionados pelo período de 12 meses.

Mais informações
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
Whatsapp (19) 99817- 4082
Skype: atendimento@educapoint.com.br 

Ficou com dúvidas, gostaria de sugerir de sugerir um tema ou saber mais sobre o EducaPoint? Envie uma mensagem para nós:

Enviar

Você está procurando soluções para público corporativo?

Cursos fechados ou vagas para grandes turmas

VEJA NOSSAS SOLUÇÕES
Rede Agripoint

Copyright © 2017 AgriPoint - Todos os direitos reservados

AgriPoint Serviços de Informação para o Agronegócio
CNPJ 03.775.184/0001-50

Rua Tiradentes, 848 - 12º Andar - Centro - Piracicaba - SP

design salvego.com - desenvolvimento d-nex

Uma empresa associada da abed
ENCONTRE-NOS: