Fechar Precisa de ajuda?
Fechar
ATENDIMENTO ONLINE

PRECISA DE AJUDA?
TEM ALGUMA DÚVIDA?

Fale agora com um de nossos atendentes.
Das 8h às 12h e das 13h às 17h.

ENTRAR NO CHAT

BLOG

Postado em: 07/01/2019

Instalações coletivas para bezerras: vale a pena?

O manejo de bezerras é o ponto crucial para o sucesso na produção de leite.  É sabido que o manejo afeta bastante a performance e a qualidade dos animais de reposição de um rebanho leiteiro.

Uma questão que vem sendo cada vez mais discutida é a prática de acabar com o isolamento social da bezerra leiteira o mais cedo possível, transferindo-as, por diversas razões, para um sistema coletivo.



Será que vale a pena utilizar esse sistema? Confira abaixo as vantagens e as desvantagens das instalações coletivas para bezerras:

Vantagens do sistema coletivo

- Mais espaço para os animais;
- Mais interações sociais mais cedo, fazendo com que os animais sejam treinados a viver em grupo, o que terão que fazer após o desaleitamento;
- Maior facilidade de trabalho de manejo, otimizando a mão de obra e possibilitando algumas automações, como o fornecimento automático de leite.

Desvantagens do sistema coletivo

- Maior risco de transmissão horizontal de doenças;
- Pode ocorrer sucção cruzada (o manejo alimentar precisa ser bem feito para evitar isso)

Outro fator a ser considerado, é que o sistema individual está associado a um maior medo e agressividade dos animais. Assim, as bezerras criadas em grupo adquirem maior habilidade para lidar com fatores estressores.

Todas as bezerras serão agrupadas em algum momento, independentemente se foram criadas em grupo ou individualmente. Estudos mostram que a adaptação das bezerras criadas em par é muito melhor em comparação com aquelas criadas individualmente, conforme mostra o gráfico abaixo:



O estudo mostrou que bezerras criadas em um sistema individual ficaram mais de dois dias sem comer após serem agrupadas, enquanto as bezerras que antes estavam em par ficavam menos de 10 horas sem comer.



Muitos estudos mostram que o contato social no começo da vida promove uma flexibilidade de comportamento e adaptação dos animais, o que suporta a criação coletiva de bezerras.

Mas como lidar com a questão da transmissão horizontal de doenças?

Doenças entéricas e respiratórias podem ser transmitidas através de transmissão horizontal entre bezerros, especialmente contato fecal-oral e nariz-nariz. Isso pode ser minimizado pelo alojamento individual.

Um manejo que é eficiente para controlar a questão das doenças em alojamento coletivo é o “All in all out”, ou seja, os animais são movidos juntos em um grupo, sem a introdução de novos animais. Isso minimiza os efeitos negativos da concorrência, minimiza a disseminação de doenças entre grupos e permite a limpeza completa entre grupos.

Além disso, deve-se atentar para a questão da idade dos animais. A bezerra mais nova e a mais velha dentro do mesmo grupo não podem ter mais do que um mês de diferença de idade. Isso reduz muito a competição entre os animais, pelos alimentos e pelas áreas de descanso.

O uso do sistema “All in all out” diminui a quantidade de diarreias, conforme mostrou um estudo:



Gestão necessária entre grupos:

- Limpeza e desinfecção entre grupos;
- SOPs e tempo identificando bezerros doentes (protocolo de checagem das baias, monitoramento de dados de alimentação, baias hospitalares);
- Limpeza e manutenção do alimentador;
- Cama seca.

Qual o melhor sistema para cada propriedade?

Isso precisa ser pensado caso a caso para atingir os objetivos que o produtor tem. O manejo influencia o produto final na criação de bezerras. No entanto, deve-se levar em consideração que o alojamento coletivo exige mais manejo e isso aumenta conforme aumenta o número de animais no grupo. No entanto, mesmo grupos maiores, se bem manejados, dão excelentes resultados.



Você trabalha com alojamento coletivo para bezerras? Tem alguma dúvida ou dificuldade relacionada à criação de bezerras leiteiras? Acesse o conteúdo completo do curso on-line, Atualidades no manejo de bezerras leiteiras, do EducaPoint, de onde foram retiradas as informações acima.

Você pode aproveitar e fazer outros cursos com esse tema disponível na plataforma:

Aleitamento de bezerras com sucedâneos lácteos

Aspectos práticos da criação de bezerras leiteiras

Bem-estar de bezerros leiteiros: boas práticas com resultados no presente e futuro

Práticas essenciais no manejo sanitário de bezerras leiteiras no período neonatal

Princípios do aleitamento de bezerras

Com apenas uma assinatura, você pode fazer todos os cursos acima e vários outros (já são mais de 130 temas!). Clique aqui e saiba como.

E você que quer saber mais sobre a criação de bezerras leiteiras, o EducaPoint fez um livro digital  para te ajudar! Cadastre-se e baixe agora, é gratuito!


Mais informações:
contato@educapoint.com.br
Telefone: (19) 3432-2199
WhatsApp (19) 99817- 4082 
www.educapoint.com.br
Baixe o aplicativo para celular

Dúvidas, críticas ou sugestões de temas? Envie um e-mail para  contato@educapoint.com.br

Ficou com dúvidas, gostaria de sugerir de sugerir um tema ou saber mais sobre o EducaPoint? Envie uma mensagem para nós:

Enviar

Você está procurando soluções para público corporativo?

Cursos fechados ou vagas para grandes turmas

VEJA NOSSAS SOLUÇÕES
Rede Agripoint

Copyright © 2019 AgriPoint - Todos os direitos reservados

AgriPoint Serviços de Informação para o Agronegócio
CNPJ 08.885.666/0001-86

Rua Tiradentes, 848 - 12º Andar - Centro - Piracicaba - SP

design salvego.com - desenvolvimento d-nex

Uma empresa associada da abed
ENCONTRE-NOS: